EMACO

Espaço e Memória – Associação Cultural de Oeiras


Caros Associados,

O nosso próximo almoço-tertúlia terá, como aperitivo, a apresentação do livro Manual Principiantes de Pau-Luta – Arte Marcial Portuguesa, da autoria de Manuel Monteiro e de Álvaro Santos Pato, que nos acompanharão nesta iniciativa  e nos proporcionarão, também, uma demonstração desta popular arte marcial portuguesa.

O nosso almoço terá lugar no próximo dia 01 de Junho, com início às 11 horas, na Associação dos Comandos – Bataria da Lage, em Paço de Arcos.

A ementa será constituída, opcionalmente, por prato de prato ou peixe ou dieta:

– carne: Grelhada Mista
– peixe: Bacalhau com Natas
– dieta: Douradinha 

O preço será de 12 € para sócios e de 14 € para não sócios.

No acto da inscrição (que deverá ser efectuada até à próxima quinta-feira, dia 30 de Maio, através deste endereço de email geral@espacoememoria.org), por favor, assinalem a vossa preferência da ementa apresentada.

Alguns apontamentos de interesse:

«Em muitas sociedades ao longo da história populares desenvolveram práticas de combate com instrumentos quotidianos, como instrumentos de lavoura. Em Portugal o povo desenvolveu um sistema de combate usando como arma o cajado que acompanhava os pastores e camponeses. Este sistema veio a ser conhecido pelo nome de Jogo do Pau Português.

Já bem dentro do século XX, eventos com o jogo do pau eram ainda frequentes por Portugal inteiro, com destaque para o norte do país, em feiras e romarias. Por vezes, aldeias inteiras envolviam-se em rixas, outras vezes as lutas eram individuais, ou de um jogador contra vários. Era o tempo dos “puxadores” (nome que se dava aos jogadores do Norte) e dos “varredores de feiras” (jogadores afamados que se deslocavam às feiras e romarias para desafiarem outros). Na literatura podemos encontrar histórias sobre o jogo do pau, nomeadamente em autores como Aquilino Ribeiro e Miguel Torga. A partir dos anos 30, o jogo do pau começou a perder importância. Os motivos são vários: a acção das autoridades policiais, que para evitar lutas sangrentas proibiram o uso de paus nos recintos de feiras; a emigração de muitos homens para os meios urbanos ou para o estrangeiro; a generalização do uso de armas de fogo, que tornou desnecessária a difícil e demorada aprendizagem desta técnica de defesa pessoal.(…)» (Podem ver todo o artigo em https://pt.wikipedia.org/wiki/Jogo_do_pau).

Contamos, pois,  com a sua companhia nesta inusitada mas estimulante iniciativa.

Com as mais cordiais saudações,

A Direcção da
Espaço e Memória – Associação Cultural de Oeiras 

Read More

Aqui ficam algumas imagens evocativas desta nossa mais recente viagem a terras de Viana do Castelo. Não são, obviamente, exaustivas, até porque o autor teve necessidade do olhar para outras envolvências… Por exemplo, o repasto na Quinta do Carvalho não está devidamente documentado, porquanto o buffet requeria as duas mãos para um mais adequado e condigno tratamento e a máquina fotográfica teve de ser, claramente, a sacrificada.

Mas, valendo o que vale, cá ficam algumas referências para memória futura.

A nossa senhora guia, orientando o rumo da viagem

(Clicar nas imagens, se pretender aumentar)
 

Read More

25 de Abril com a EMACO


Posted By on Abr 19, 2019

Mantendo uma tradição que queremos ver sustentada em actos para além das meras intenções, vai a Espaço e Memória- Associação Cultural de Oeiras, uma vez mais, evocar esse dia inicial, inteiro e limpo, segundo Sophia, onde renasceu a nossa Liberdade, enquanto povo,  e se restaurou, com ela, uma alegria de viver de que tantos andavam arredados.

Desta feita, estaremos, no próprio dia 25 de Abril, nas instalações da Associação dos Comandos, na Bataria da Lage (em Paço de Arcos), pelas 11 horas da manhã, onde ouviremos canções e poemas evocativos deste imenso momento da nossa História recente, pelas vozes de João Paulo Oliveira (MAPA), Jorge Castro e quantos mais pretenderem associar-se à celebração.

À breve evocação anunciada seguir-se-á um almoço, com um cozido à portuguesa, como prato exclusivo, ainda que, como sempre, se preveja um peixe grelhado como dieta ou alternativa (cuja pretensão deverão anunciar no momento da inscrição). 

(Preço da refeição: sócios – 12 €    –    não sócios – 14 €)

A vossa inscrição – e, se possível, trazendo um amigo, também –   terá de ser efectuada até à próxima terça-feira, dia  22 de Abril, exclusivamente através do seguinte email:

geral.emaco@gmail.com


E a vossa presença é complemento fundamental e determinante para que a festa aconteça. Inscrevam-se pois, já hoje, se possível, para que o nosso Abril aconteça com mais fulgor. 

ESPAÇO E MEMÓRIA – Associação Cultural de Oeiras

Read More

Terá lugar, no próximo dia 30 de Março de 2019, um almoço-tertúlia que contará com a presença de Ana Camilo, como palestrante no tema Pintura – do restauro à criação.

A palestra terá início às 11:00h, e o almoço será às 13:00h. O repasto irá ser no Restaurante da Associação de Comandos – Bataria da Lage, na Rua Nuno Álvares Pereira, 2780-967 Oeiras, com entrada pela marginal (sentido Lisboa – Cascais) ou por Paço de Arcos, pela estrada existente a seguir à Escola Náutica de Paço d’Arcos. (Tel: 218261075).

O almoço será composto por:
Entradas; Prato de carne ou peixe (Vitela à Moda de Fafe ou Polvo à Lagareiro); Bebidas, sobremesa e café.

É necessária a inscrição prévia para o almoço (nome, telefone e email se possível) com a escolha de um dos dois pratos (Inscrições / Informações: joaquimboica@gmail.com | jc.orca@gmail.com / 214 419 951 | 912 608 720)

Sócios da Espaço e Memória: €12,50
Restantes participantes: €15,00

Ana Camilo (1989), licenciada em Conservação e Restauro pelo Instituto Politécnico de Tomar em 2008-11, tendo desde essa altura desenvolvido a sua actividade profissional na área da conservação e restauro de pintura mural participando em várias intervenções, sobretudo em património classificado.O seu interesse pela museologia e disciplinas associadas levou-a a prosseguir oseu percurso académico, sendo atualmente mestranda em Museologia e Museografia pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa.Em simultâneo dedica-se às Artes Visuais, tendo participado em várias exposições desde 1998, das quais cerca de uma centena de coletivas e uma dezena de individuais, realizadas em Portugal, Bélgica, Brasil, Estados Unidos, França e Itália.Algumas obras expostas em Portugal e no estrangeiro foram premiadas.Está representada em coleções privadas em Portugal e no estrangeiro.

Read More

Ser-se novo é ter o mundo todo pela frente. Mas ser-se novo é, também e tantas vezes, o ser capaz de ter outro modo de encarar o futuro, construindo-o, o que nos mais antigos se esmorece… 
E isso pode ser – na verdade, é! – vital para que outro futuro aconteça, muito para além de algum triste fado que se espera, desesperando.
Neste sentido, na nossa próxima sessão das Noites com Poemas teremos Luís Perdigão, apresentando o seu livro de poemas E se o futuro for hoje? 

O Luís Perdigão é um costumeiro companheiro das Noites com Poemas, onde não raras vezes nos surpreendeu com a sua poesia e o seu modo, tão peculiar quanto apropriado, de a dizer.
Para enriquecer a sessão, contaremos também com o Coro da Assembleia da República, dirigido pelo maestro Afonso Granjo, de quem deixo público agradecimento pela pronta disponibilidade manifestada.

Esta sessão conta com a presença de Luís Perdigão e o Coro da Assembleia da República, como ficou dito, e terá lugar no dia 29 de Março de 2018, pelas 21h30, no TEMPLO DA POESIA – PARQUE DOS POETAS, em Oeiras.
Como habitualmente, esta sessão decorre sob a égide da Espaço e Memória – Associação Cultural de Oeiras e com o apoio da Câmara Municipal de Oeiras

Apontamento biográfico sobre Luís Perdigão:

NOTA sobre o Coro da Assembleia da República

Formado em maio de 2005, conta, desde o início, com a orientação do Maestro Afonso Granjo, que integra o Coro do Teatro Nacional de São Carlos, e é, actualmente, composto por 20 elementos.

O repertório do Coro abrange música de caráter tradicional e erudito, que vai desde o período renascentista até aos nossos dias.

O Coro tem desenvolvido a sua actividade quer na Assembleia da República, quer fora, em Portugal e no estrangeiro, designadamente junto de outros parlamentos de língua portuguesa, como nas Assembleias Legislativas dos Açores e da Madeira, na Assembleia Nacional de Cabo Verde, na Assembleia Legislativa de Goa e na Assembleia Nacional de São Tomé e Príncipe. Participa ainda em concertos de beneficência ou outros, aceitando os convites que lhe são dirigidos.

INFORMAÇÕES: paula.crespo@ar.parlamento.pt |21 391 9551 / 966 433 691


Read More

Terá lugar, no próximo sábado, dia 23 de Março, pelas 15h30, no Auditório César Batalha, no Alto da Barra, em Oeiras, o Colóquio Mulheres de um novo mundo, numa iniciativa da Espaço e Memória com entrada livre.

Vejam o aliciante programa no cartaz abaixo:

Read More