Posts by jorgecastro


Integrando as Iniciativas 2018 vamos, no próximo dia 24 de Junho, visitar o Convento de Cristo e o Centro Histórico de Tomar, cidade dos Templários, com visitas guiadas por José Meco e por Joaquim Boiça.

Iremos de autocarro e teremos no máximo 50 lugares. Como programámos a visita para domingo, a entrada será eventualmente gratuita mas, para o efeito, teremos de fazer prova de que vivemos no país e, para isso, deveremos exibir o cartão de eleitor como comprovante. Caso não se faça essa prova, cada um pagará, pela entrada, 6€ (adultos), 3€ (séniores).

Como habitualmente, tendo em conta os acordos alcançados, os encargos individuais diminuem em relação ao número de inscrições:

Preço de sócio:

Para mínimo de 19 pessoas – Preço por pessoa: 65€

Para mínimo de 24 pessoas – Preço por pessoa: 60€

Para mínimo de 29 pessoas – Preço por pessoa: 55€

Para mínimo de 34 pessoas – Preço por pessoa: 52€

Para mínimo de 39 pessoas – Preço por pessoa: 50€

Para mínimo de 44 pessoas – Preço por pessoa: 48€

Valores para Não Sócios – Acrescem 10€ aos preços acima apresentados

Os acompanhantes (não sócios) dos sócios pagam o preço de sócio.

Em relação ao almoço iremos visitar a Taverna Antiqua, com um ambiente medieval, onde teremos como programa gastronómico:

Couvert – pão, azeitonas e manteiga com alho e ervas

Sopa da horta

2 pratos à escolha – Bochecha de porco com alecrim, Maminha grelhada com migas ou Papelote de pescada com açorda

Tarte de requeijão com molho de frutos do bosque
- Bebidas (vinho da casa, cerveja sagres, refrigerante ou água) e Café.

Nota: Com a inscrição deverão escolher a refeição e com pedido antecipado, poderemos ter dieta ou prato vegetariano.

Inscrições: 

Rui Lemos: 962 437 048 – rui.lemos@espacoememoria.org ou Joaquim Boiça: 912 608 720 – joaquimboica@gmail.com

Inclui: transporte, visita guiada, entradas e almoço e seguro – Inscrições até dia 18 de Junho

Read More

O Luís Corredoura é um jovem escritor que nos vem falar sobre A Escrita do Romance Histórico, Entre a Realidade e a Ficção.

Como sempre almoço pelas 12h45/13h e palestra lá para as 14h30/15h, seguem em anexo o cartaz.

O repasto terá lugar no Restaurante Leões da Tribo, em sala própria, no 1º andar, em Porto Salvo, no Pavilhão dos Leões de Porto Salvo.

Nota biográfica sobre o palestrante, pelo próprio:

“Nasci aquando do chamado “Verão Quente” precisamente naquela região que Gil Vicente dizia – in “Breve Sumário da História de Deus” – ser “terra de cardos, pedras e do diabo”. Em relação aos dois primeiros atributos, não há a mínima dúvida. Pode haver escassez de muita coisa em Pêro Pinheiro, excepto de riqueza pétrea. O mesmo sucede com os cardos, plantas que amiúde porfiavam em ficar com pedaços da indumentária que envergava aquando da minha meninice, nos tempos em que o tempo passava sem que dele houvesse noção, em brincadeiras com os amigos nos chãos de terra batida, outrora esventrada para dela se extrair o lioz com que se ergueu metade do país antes e depois de 1755. Quanto ao diabo… bom, isso daria azo a muitas histórias, pelo que fica para uma outra ocasião.

Em relação aos meus misteres… Sou arquitecto e mestre em Reabilitação do Património Arquitectónico e Paisagístico. Além de projectos que por vezes se consubstanciam em betão e ferro, faço igualmente amiúde outro tipo de “debuxos”, os “literários”. Até ao momento, dos vários manuscritos guardados na gaveta, três estão editados – “Nome de Código Portograal” – Grande Prémio Adamastor de Literatura Fantástica 2014 e Encouragement Award 2015 da European Science Fiction Society -, “Lusitano Fado” – Livro RTP 2014 – e “O Senado – história de uma conspiração” -, assim como uma tradução – “História da Espionagem e o Mundo dos Serviços Secretos” -, todos pela Marcador / Ed. Presença…”

Read More

Como fica dito no próprio livro, provavelmente o maior livro de poemas publicado nos últimos cinco minutos, asserção irónica que, sendo uma grande verdade, não tem qualquer utilidade prática… Mas, sim, senhores, 254 poemas, ao longo de 344 páginas foi obra de prolongado fôlego que conheceu o seu nascimento oficial no passado dia 25 de Maio, no excelente espaço do Palácio do Egipto, em Oeiras.

Integrada esta acção na iniciativa Noites com Poemas, da Espaço e Memória – Associação Cultural de Oeiras, que integro, contou, então, com o apoio da Câmara Municipal de Oeiras, na cedência daquele espaço. Uma referência destacada de agradecimento e elogio a Luísa Galvão, enquanto responsável do Palácio do Egipto, inexcedível no apoio logístico para que a nossa sessão chegasse a bom porto.

Numa sala muito bem composta e, acima de tudo, com excelentes representações dos grupos diversificados de relações que o autor cultiva, a sessão foi iniciada…

Read More

Não sei – não sabe ninguém, como se diz no fado… – para que serve escrever um poema. Sei, apenas, dessa pulsão íntima. Sei, depois, do imperativo da partilha.

Dos bons humores de cada receptor vou coleccionando os ecos.

E reincido.Daí o nascimento de um meu novo livro de poemas, seguindo anteriores pegadas. Desta feita, trata-se de Um Mar em Nós – poemas de outro cantar -, uma vez mais com edição da Apenas Livros, algo assim como para cima de 250 poemas, que me foram sendo suscitados pelo lastro dos dias, ditos aqui e ali e que estavam por publicar…

O seu lançamento terá lugar no próximo dia 25 de Maio (sexta-feira), pelas 21 horas, no Centro Cultural Palácio do Egipto, em Oeiras (no centro histórico, junto à Igreja Matriz e ao quartel dos Bombeiros), integrando a iniciativa Noites com Poemas, que venho coordenando desde 2005. Nesta 106ª sessão serei, pois, eu o meu convidado.

O evento contará, como sempre, com a organização da Espaço e Memória – Associação Cultural de Oeiras e terá o apoio da Câmara Municipal de Oeiras.

Mário Piçarra levar-nos-á canções que compôs sobre poemas de minha autoria. Alguns amigos dirão, também, de sua justiça e a propósito… Mas conto com a presença de todos, claro, sem os quais a poesia dita perde a sua graça.

No entanto, para todos aqueles outros, dos meus círculos de afectos, que, por temperamento, pela distância… enfim, por indizíveis razões, mesmo não estando presentes, estejam interessados em obter esta minha nova obra, por favor, dêem-me conhecimento de tal, através do endereço jc.orca@gmail.com,  e haveremos de encontrar modo expedito de resolver o assunto.

Nota final – Para quem não possa (mas gostaria de) comparecer na sexta-feira, estarei, também, no dia 26 de Maio (sábado), pelas 21h30, no Chá da Barra, também em Oeiras (logo ali ao lado), em iniciativa proposta por Francisca PatrícioJosé Mendonça… e que também andará em volta dos meus poemas. Apresento, ainda, as minhas desculpas pelo tardio deste convite, motivado por imponderáveis que me transcendem… mas que se nos impõem ao arrepio de lógicas.

Até já. Até lá. Até sempre.

Abraços,

Jorge Castro

Read More